Probióticos: o que são, benefícios e como tomar

Os probióticos são microrganismos vivos que, quando consumidos em quantidades adequadas, conferem benefícios à saúde do hospedeiro. Eles são encontrados naturalmente em alimentos fermentados, como iogurte, kefir, chucrute e tempeh. Também podem ser encontrados em suplementos alimentares.

A microbiota intestinal é um ecossistema complexo composto por trilhões de microrganismos, incluindo bactérias, fungos, vírus e protozoários. Essas bactérias desempenham um papel importante na saúde humana, influenciando a digestão, o sistema imunológico, o humor e outros aspectos da saúde.

Os probióticos podem ajudar a equilibrar a microbiota intestinal, aumentando a população de bactérias benéficas e diminuindo a população de bactérias nocivas. Isso pode proporcionar uma série de benefícios à saúde, incluindo:

  • Melhora da digestão e absorção de nutrientes
  • Redução da inflamação
  • Fortalecimento do sistema imunológico
  • Prevenção de doenças infecciosas
  • Redução do risco de doenças crônicas, como câncer de cólon, diabetes tipo 2 e doenças cardíacas

Benefícios dos probióticos para a saúde

Os probióticos têm sido estudados para uma variedade de benefícios à saúde, incluindo:

Digestão e absorção de nutrientes

Os probióticos podem ajudar a melhorar a digestão e a absorção de nutrientes, aumentando a produção de enzimas digestivas e ácidos biliares. Isso pode ser útil para pessoas com distúrbios digestivos, como constipação, diarreia e síndrome do intestino irritável (SII).

Inflamação

Os probióticos podem ajudar a reduzir a inflamação, que é um fator de risco para uma série de doenças crônicas. Eles fazem isso estimulando a produção de citocinas anti-inflamatórias e inibindo a produção de citocinas pró-inflamatórias.

Sistema imunológico

Os probióticos podem ajudar a fortalecer o sistema imunológico, aumentando a produção de células imunológicas e modulando a resposta imunológica. Isso pode ser útil para pessoas com infecções, alergias e doenças autoimunes.

Doenças infecciosas

Os probióticos podem ajudar a prevenir doenças infecciosas, como diarreia, infecções do trato urinário e infecções do trato respiratório. Eles fazem isso competindo com bactérias nocivas por nutrientes e espaço, produzindo substâncias antimicrobianas e estimulando o sistema imunológico.

Doenças crônicas

Os probióticos têm sido estudados para o potencial de prevenir ou tratar uma variedade de doenças crônicas, incluindo câncer de cólon, diabetes tipo 2, doenças cardíacas, obesidade e demência. Os resultados desses estudos são promissores, mas ainda são necessários mais pesquisas para confirmar esses benefícios.

Como tomar probióticos

Os probióticos podem ser tomados em alimentos fermentados ou em suplementos alimentares. Os alimentos fermentados são uma boa opção para pessoas que desejam obter probióticos de forma natural. Os suplementos alimentares são uma opção conveniente para pessoas que não consomem alimentos fermentados ou que desejam tomar doses mais altas de probióticos.

A dose recomendada de probióticos varia de acordo com o tipo de probiótico e o objetivo do tratamento. Em geral, doses de 1 a 10 bilhões de UFC (unidades formadoras de colônias) por dia são consideradas seguras e eficazes.

Segurança dos probióticos

Os probióticos são geralmente seguros para a maioria das pessoas. No entanto, alguns indivíduos podem experimentar efeitos colaterais leves, como gases, inchaço ou diarreia. Esses efeitos colaterais geralmente são leves e desaparecem por conta própria.

As pessoas com sistema imunológico comprometido, como pessoas com HIV/AIDS ou câncer, devem consultar um médico antes de tomar probióticos.

Conclusão

Os probióticos são microrganismos vivos que oferecem uma série de benefícios à saúde. Eles podem ajudar a melhorar a digestão, a absorção de nutrientes, a inflamação, o sistema imunológico e a prevenção de doenças. Os probióticos podem ser tomados em alimentos fermentados ou em suplementos alimentares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *